Esteiras Industriais: a Temperatura na Correia Transportadora

É necessário considerar diversos aspectos durante o planejamento e execução de um projeto de esteira industrial, dentre eles:

  • qualidade das peças estruturais da correia tranportadora
  • inclinação do ambiente em que a correia transportadora será instalada
  • integração entre os componentes da esteira industrial
  • peso a ser suportado pela esteira industrial
  • velocidade de entrega dos insumos transportados pela correia transportadora
  • integração e sincronização dos processos a serem contemplados pelo sistema transportador industrial
  • temperatura ambiente do local em que ocorrerá a montagem da esteira industrial

Temperatura do local de montagem da correia transportadora

Há muitas situações que podem variar o tempo de vida das correias transportadoras. Incidentes durante o transporte da esteira industrial até o local de instalação, más condutas durante a montagem da correia transportadora ou uso incorreto, que desrespeitam as instruções fornecidas, são algumas práticas que podem “surpreender” negativamente um gerente de processos industriais e impactar os lucros.

Dentre o que pode ser considerado como uso incorreto de uma esteira indutrial estaria uma temperatura que não contempla o calor específico do material, aquele mesmo, o da fórmula Q = m.c.(t – to). Isso pode causar uma variação do tamanho da correia transportadora ou de outros componentes estruturais da esteira industrial, afetar o tensionamento do sistema e, aliado ao calor produzido pelo atrito, provocar deslizes de polia cada vez mais frequentes, levando a perdas financeiras devido a paradas no processo de produção para uma manutenção tardia, não previamente planejada.

Foi constatado, em estudos diversos, com vários tipos de esteiras industriais, que um aumento de 20°C a mais que o recomendado poderia causar o desgaste antecipado de diversos componentes estruturais da correia transportadora, o que, com certeza, reduziria o tempo de vida do sistema de transporte industrial automatizado como um todo, impactando no faturamento e, consequentemente, nos lucros da empresa.

Tipos de correias transportadoras para industriais

Há diversos tipos de esteiras industriais, dentre os mais populares encontram-se o sistema de correntes, a correia transportadora em V e a correia transportadora sincronizada. Esta última, apresenta maior durabilidade e menor necessidade de manutenção. Todavia, mesmo para ela, devem ser respeitadas as boas práticas de uso, o que inclui a temperatura ambiente aconselhada no manual de boas práticas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *